Equatorial Pará já pode iniciar obras, projetos e serviços para instalação dos sistemas de geração fotovoltaica na Ilha de Marajó, prevendo mais de 10 mil ligações nos próximos dois anos

O Presidente da República Jair Bolsonaro, o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e a Ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, assinaram nesta sexta-feira, 9 de outubro, a autorização do primeiro contrato do Programa Mais Luz para a Amazônia, destinado a levar energia elétrica às comunidades das áreas remotas do Marajó (PA).

Com a assinatura, a Equatorial Energia Pará poderá dar início aos projetos, obras e serviços para instalação dos sistemas de geração fotovoltaicas para a população marajoara que ainda não possui acesso à energia elétrica e está distante das redes de distribuição.

O Programa objetiva atender a mais de 350 mil pessoas e cerca de 82 mil ligações serão realizadas na região Norte do país, com investimentos estimados em mais de R$ 3 bilhões. Só em Marajó serão feitas mais de 10 mil ligações nos próximos dois anos.

Além disso, a partir da instalação da energia elétrica, as comunidades poderão receber as demais políticas públicas, como a construção de postos de saúde, escolas e tantas outras ações.

Fonte: Canalenergia

Compartilhe!